Quem sou eu

Minha foto
Sou uma pessoa simples, carinhosa e cheia do amor de Deus. Amo fazer amigos e ser especial para eles. Amo a Deus e minha familia, curto demais meus estudos e trabalho.

19 janeiro 2010

Natal – Novo Nascimento

Apresentação: (...)

Compreender o natal é compreender que é possível renascer a cada instante ao prostrarmos diante de Deus. O natal comemora o nascimento do salvador do mundo, Cristo Jesus. Por isso devemos aproveitar a oportunidade de sermos novas criaturas naquele que nos amou.

Narradora 1 (...): Vejamos Maria, uma jovem de origem pobre, porém rica da graça de Deus, nem imaginava ser ela a escolhida para dar à luz ao salvador do mundo. (entra Maria e logo em seguida o anjo anunciador).

Ato 1

O anjo fala com Maria (...): Maria foste tu a escolhida para dar a luz aquele que irá salvar o mundo. Bendita sois vós entre as mulheres. Não temas!

Maria ajoelhada fala: (...): Mas como se fará isso, visto que não conheço varão?

O anjo fala (...): Maria descerá sobre ti o Espírito Santo, e a virtude do altíssimo te cobrirá com a sua sombra; pelo que também o Santo, que de ti há de nascer, será chamado Filho de Deus.

Maria (...): Eis aqui a serva do Senhor, cumpra-se em mim segundo a tua palavra.

Obs.: Maria sai falando: Eu vou ter um filho! Não sei como se dará, mas sei que acontecerá, pois o anjo me falou. Aleluia!

O anjo retira-se e entra José no cenário.

José (...): Maria, eu te procurava, está tudo bem? Fala-me, o que tens Maria? Pareces preocupada.

Maria (...): Um anjo revelou-me a vontade do Senhor em mim José.

José (...): Agora entendo sua expressão Maria. Um anjo a visitou? Conte-me tudo, por favor.

Maria (...): Ele me falou que darei a luz ao salvador do mundo. Você acredita?

José (...): Você tem certeza disso Maria? Como poderás dar a luz a um filho se não nos conhecemos intimamente? Somos apenas noivos.

Maria sai falando: Eu terei um filho, e será o filho de Deus. Aleluia! E por um lado, José duvidoso senta pensativo (falando consigo mesmo: um filho? Mas como será isso? Minha noiva terá um filho?...

Um anjo (...) aparece a José: José, não temas em receber Maria a tua noiva, pois o que está sendo gerado nela é obra do Espírito Santo, e ela dará a luz a um filho, e o chamarás de Jesus.

José (...): Deus seja louvado para todo sempre. Amém!

(...) : Louvemos a Deus pelo menino Jesus que traz salvação ao mundo. Que o natal comemore a vida em cada pessoa, e que nós crianças possamos ser gratos ao nosso Deus.

Um hino pelas crianças (Maria aparece grávida passeando, enquanto as crianças cantam).

Ato 2

A instalação de Maria e José

Maria e José se dirigem a hospedagem.

Hospedeiro (...): Pois não! O que desejam?

José (...): Procuramos uma vaga em sua pousada para descansarmos, pois a viagem foi muito longa e cansativa.

Hospedeiro (...): Infelizmente não temos mais vagas Senhor.

José (...): Mas a minha esposa está grávida, ela precisa de um lugar seguro e confortável para descansar.

Hospedeiro (...): Senhor, nada posso fazer, as vagas estão todas preenchidas, mas se vocês quiserem tem uma estrebaria lá atrás, é o que posso oferecer-lhes. Sinto muito.

José e Maria se olham e se abraçam:

Maria (...): José eu estou muito cansada, vamos aceitar a oferta do hospedeiro, vamos ficar bem, Deus está conosco, lembra?

José e Maria acomodam-se na estrebaria.

Entra o Expressão de Louvor por trás do cenário com um hino


Ato 3

Após o hino pelo Expressão, a presença dos magos e dos pastores.

Mago (...): Vejam! Lá está a estrela que nos levará ao Salvador do mundo.

Mago (...): Vamos segui-la e acharemos a quem devemos ofertar nossos presentes.

E na estrebaria nasce Jesus. Maria pega a criança e a coloca na manjedoura. Ficam ela e José admirando a criança, quando chegam os magos para adorá-lo.

Mago (...): Viemos seguindo a estrela que nos guiou até o salvador do mundo.

Os magos se prostram e ficam adorando a Jesus na manjedoura.

Um hino sobre o nascimento de Jesus pela equipe da cantata.

Narração (...): ...

Fala o anjo (...):

Pastor (...): Vamos, pois, até Belém e vejamos isso que aconteceu, e o que o Senhor nos fez saber.

Os pastores (...): Saudações de paz! Viemos adorar o menino Jesus.

Os pastores se prostram e adoram o menino Jesus na manjedoura.

Os magos presenteiam o menino Jesus.

Mago (...): Trago ouro para aquele que foi, que é, e sempre será Deus.

Mago (...): Trago incenso para aquele que veio salvar os que se haviam perdido.

Mago (...): Trago mirra para a criança mais adorável do mundo. Aleluia!

Os pastores (...): Aleluia! Nasceu o salvador do mundo!


FINALIZAÇÃO

Narradora (...): O natal representa para nós bem mais que presentes, bem mais que festas, bem mais que momentos de reflexão. O natal comemora o nascimento de Jesus que veio ao mundo para nos salvar. Ele, Jesus, nos deu o direito através de seu nascimento, morte e ressurreição de alcançarmos a plenitude da vida.

Narradora (...): Comemore conosco hoje o privilégio de sermos livres para amá-lo e adorá-lo em Espírito e em verdade, pois o véu do templo foi rasgado de alto a baixo e agora temos livre acesso ao santo dos santos. Aleluia! Louvemos ao Senhor não só pelo que Ele faz por nós, mas por tudo que representa e é para cada um de nós.

Narradoras (...): Ele é o Leão de Judá, a raiz de Jessé, estrela de Davi, o alfa e o ômega, o princípio e o fim, o que foi morto e reviveu e está entre nós.

Enquanto as narradoras falam, o vocal já vai se formando para começar a cantar os hinos selecionados com toda igreja (datashow).


Ofereço essa pequena peça teatral e musical à minha querida mãe, Zuleide. (in memorian).

A Deus toda honra, glória e louvor. Aleluia!

Obs.: Onde term  (...) colocar o nome dos participantes.

:: (\_(\
*: ( =':')
*..(,('')('')¤°.¸¸.•´¯`*

12 janeiro 2007

O SABOR DA ORAÇÃO

Hoje estamos comemorando três meses de oração, e o fato de comemorarmos nos dá a idéia de vitória.
Sim, vitória nas provas através da oração.
A oração tem grande eficácia quanto feita com fé.
Através da oração, Deus realiza grandes e inesquecíveis milagres.
A oração do povo de Israel no período de mais de quatrocentos anos foi atendida com o nascimento de Moisés, o qual fora escolhido para realizar o desejo de Deus e seus filhos, libertando-os do Egito.
Deus continua ouvindo o clamor dos crentes fiéis que não têm o tempo como barreira, mas que pela fé aguardam sua intervenção em seus problemas.
Deus está atento à oração que se fizer neste lugar!
T. A oração não é algo decorativo, mas sim, palavras vivas que procedem da alma ao coração de Deus.
Que grande poder tem a oração; através dela:
5. Deus liberta o mais vil pecador.
4. Cura a enfermidade condenada pela medicina.
3. Expulsa demônios, libertado os oprimidos.
2. Restaura a alma do vaso rachado, quebrado e ignorado.
1. Nos conduz à sala do trono de Deus, a uma esfera espiritual que só aqueles que falam com o Pai podem ter a alegria de também ouvi-lo falar com eles.
T. Através da oração nos é revelado o profundo e o escondido.
Ore não apenas por uma imposição.
Ore por gratidão, pro reconhecimento da grandeza do vosso Pai.
Ore de maneira que agrade a Deus, seja sincero, pois os hipócritas também oram, mas Deus atenta para os que reconhecem sua condição de pecador e revela-se à Ele.
Ore porque é bom, porque nos deixa mais íntimos com Deus.
Ore de maneira que sua alma seja elevada ao céu.
Muitos oram ao senhor de qualquer maneira e muitas vezes sentem-se enfadados por não saberem orar.
T. Mas o Senhor Jesus nos ensinou a orar!
Quando não puderes falar, tuas lágrimas falarão ao Senhor.
Quando nem lágrimas houver para derramar, o Espírito Santo intercederá por ti ao Pai com gemidos inexprimíveis, e Ele renovará te enchendo da força que te falta.
A oração é um grande mistério, quando feita com sinceridade às vezes pode até incomodar.
Ana, serva do Senhor, orava no templo porque desejava ter um filho, porém o sacerdote do templo não entendeu o grande mistério daquela oração.
Muitas vezes não somos compreendidos quando nos entregamos à oração, mas aquele ao qual nos derramamos já conhece todas as nossas palavras antes mesmo de abrirmos nossa boca.
Orar é zelar, é temer, é aguardar, é entender, é sofrer, mas é também gozar das vitórias que muitas vezes são tão grandiosas que ficamos como crianças na presença do nosso Deus.
T. Orem porque Deus é bom, porque vós sois filhos.
Como filhos precisam entender a vontade do Pai. Em tudo dêem graças, seja na aflição, na falta de pão, na incompreensão, na assolação, porque Deus tudo vê e se compadece de seus filhos dando as vitórias necessárias. Porntanto, desfrute do SABOR DA ORAÇÃO!

:: (\_(\
*: ( =':')
*..(,('')('')¤°.¸¸.•´¯`*FátimaFraga¤°.¸¸.•´¯`*°?°°

09 janeiro 2007

É Tempo de Adorarmos a Deus

T. A bíblia nos ensina que devemos adorar a Deus em Espírito e em verdade.
1-2. Os serafins adoram a Deus!
1. Estavam acima dele; cada um tinha seis asas: com duas cobriam os seus rostos e com duas cobriam os seus pés e com duas voavam.
2-3. E clamavam uns para os outros dizendo:
2. Santo, Santo, Santo é o Senhor dos Exércitos; toda terra está cheia da sua glória.
3-4. É tempo de adorarmos a Deus!
3. Daniel, servo do Deus vivo, o louvava dizendo:
4-5. Seja bendito o nome de Deus para sempre, porque dele é a sabedoria e a força.
4. Ele muda o tempo e as horas; remove os reis e estabelece os reis; Ele dá sabedoria aos sábios e ciência aos entendidos.
5-6. Ele revela o profundo e o escondido; conhece o que está em trevas e com Ele mora a luz.
6. Daniel tinha muitas razões para não querer se contaminar com a porção do manjar do rei.
T. Porque Daniel sempre adorava a Deus!
1-2-3. É tempo de adorarmos a Deus!
2. Em nossa casa, no colégio, no trabalho...
4-5-6. Sempre louvando ao Senhor!
5. Com alma, com alegria e com um cântico novo.
T. Sempre é tempo de adorarmos a Deus!
1. Ó Senhor, nesta noite a tua igreja comprada te adora em Espírito e em verdade.
2. Ó Pai te adoramos pelos sinais e maravilhas que tens feito para conosco.
T. Quão grandes são os seus sinais, e quão poderosas as suas maravilhas.
3. Ó altíssimo, que possamos te adorar como Sadraque, Mesaque e Abdenego.
T. Que não quiseram cumprir a palavra do rei, preferindo entregar seus corpos às chamas, para que não servissem nem adorassem algum outro Deus, senão o Senhor, ó altíssimo!
4. Jesus, tu és o Leão da Tribo de Judá, que foi morto e reviveu, estando a destra do Pai.
T. Tu nos deste uma língua erudita para que saibamos dizer a seu tempo uma boa palavra aos que estão cansados.
5. Igreja é tempo de adorarmos a Deus!
T. Ele é onisciente, onipresente, onipotente, é o princípio e fim; é todo poderoso nos céus e na terra.
6. Buscai ao Senhor enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto!
T. Deixe o ímpio o seu caminho e o homem maligno os seus pensamentos, e se converta ao Senhor, torne para nosso Deus, porque grandioso é em perdoar.
1-3-5. Nosso Deus é digno de adoração!
2-4-6. Assim será a palavra que sair da minha boca, diz o Senhor, ela não voltará vazia para mim.
T. Antes fará o que apraz a vontade de Deus, e prosperará naquilo para que a enviou.
1-2. Clama em alta voz, não te detenhas, levanta tua voz como trombeta e anuncia ao povo a sua transgressão.
T. Adoramos a Deus, obedecendo sua santa palavra!
3-4. O Senhor nos chamou em justiça, e nos tomou pela mão, e nos guarda nos dando para o concerto do povo, e para luz dos gentios.
T. Para abrir os olhos dos cegos, para tirar da prisão os presos, e do cárcere os que jazem em trevas.
5-6. Cantai ao Senhor um cântico novo e o seu louvor desde o fim da terra.
T. Alcem a voz no deserto e nas cidades, nas aldeias, nos cumes dos montes.
1-2-3. Dêem glória ao Senhor e anunciem os eu louvor.
4-5-6. Por muito tempo nos calamos, estivemos em silêncio, mas agora daremos gritos e anunciaremos o seu amor.
T. Porque é tempo de adorarmos a Deus!
1. Jesus amado, te entronizamos, declaramos que és rei, tu estás no meio de nós, te adoramos com louvores.
1-2. A ti fazemos um trono de louvores, vem Jesus e toma o teu lugar!
T. Assenta-te Senhor no trono de louvor que a ti oferecemos nesta noite!
2. A honra, a glória, a força e o poder ao rei Jesus, e o louvor para todo sempre, amém.
T. O adoramos por sua santidade!
3. O Senhor está assentado no trono sempre reinando, soberano, com anjos cantando, homens louvando.
T. Porque tens reunido o teu povo!
4. Ansiosos esperamos a sai volta, o grande dia em que tu virás.
3-4. Então subiremos, contigo estaremos para todo sempre. Aleluia!
T. Maranata, Cristo, Filho, Mestre, ora vem Senhor Jesus!
5. Minha alma engrandece ao Senhor, meu espírito se alegra em Deus, meu Salvador.
4-5. Com poder, Deus tem feito grandes coisas e com misericórdia demonstrado amor.
T. Santo, Santo, Santo é o Senhor dos Exércitos, que tem enchido nossas lâmpadas com o óleo do Espírito, tem feito sua vide florescer.
6. Por isso Deus Pai, sem impedimento algum, adoramos ao teu filho que nos tem feito um.
T. Um só corpo, um só Espírito contigo e Cristo, Pai, és um. Adoramos a Deus em Espírito e em verdade porque é tempo de adorarmos a Deus!

:: (\_(
*: ( =':')
*..(,('')('')¤°.¸¸.•´¯`*FátimaFraga¤°.¸¸.•´¯`*°?°°

30 dezembro 2006

O Natal

VOZ OCULTA: No princípio era o verbo e o verbo estava com Deus, e o verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus e todas as coisas foram feitas por intermédio d’Ele, e sem Ele nada do que foi feito se fez. Nele estava a vida e a vida era a luz dos homens e a luz resplandeceu nas trevas e as trevas não o compreenderam.

CENA I
(ENTRA O PROFETA ISAÍAS...)

PROFETA: O povo que andava em trevas viu uma grande luz, e sobre os que habitam na região da sombra da morte resplandeceu a luz, e o Senhor vos dará um sinal, eis que uma virgem conceberá e dará luz a um filho, e seu nome será Emanuel, que traduzido é Deus conosco. Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu e o principado está sobre seus ombros e o seu nome será MARAVILHOSO, CONSELHEIRO, DEUS FORTE, PAI DA ETERNIDADE E PRINCIPE DA PAZ. (SAI O PROFETA)

VOCAL: Natal de Jesus
VOZ OCULTA: Mensageiro do céu visita uma virgem

(MARIA VARRENDO A CASA, DE REPENTE APARECE O ANJO, ELA SE AJOELHA)

ANJO: Salve agraciada! O Senhor é contigo. Bendita és tu entre as mulheres. Maria,não temas, porque achaste graça diante de Deus e eis que em teu ventre conceberás e darás luz a um filho, porás o nome de Jesus.

MARIA: (AMEDONTRADA) Mas como será isso meu Senhor? Visto que sou uma virgem?

ANJO: Descerá sobre ti o Espírito Santo, e a virtude do altíssimo te cobrirá com sua sombra, e o santo que de ti há de nascer, será chamado Filho de Deus.

MARIA: (COM VOZ FORTE E ALEGRE) Eis aqui a tua serva, cumpra-se em mim segundo a tua palavra. (MARIA BAIXA A CABEÇA E O ANJO SAI, E ELA EM SEGUDA)


CENA II

VOCAL : Natal de Jesus!

VOZ OCULTA: Pastores recebem a visita do anjo
(PASTORES)

ELI: (ENTRA) Jônatas, Jônatas ...oh! você está aí! Onde você deixou as ovelhas?

JÔNATAS: (LEVANTA-SE) Estão com Rafael do outro lado do rio. Ele veio nos ajudar já que o nosso rebanho aumentou muito ultimamente.

ELI: Temos muito trabalho Jônatas, mas mesmo assim encontro alegria em viver. Ah! Como gosto destas montanhas, destas árvores!

JONATAS: Pena que não posso dizer o mesmo Eli, ando tão triste ultimamente, parece que não há mais razão pra viver.

ELI: não sei o que esta lhe preoculpando Jônatas, mas acho que não deve deixar-se abater, nem perder as esperanças. Veja que noite maravilhosa, o luar está mais belo do que nunca e o céu enfeitado de estrelas.

JONATAS: (UM POUCO ZANGADO) Ora, as estrelas Eli... Não temos tempo para sonhos, ao invés de ficarmos olhando estrelas, por que não dormimos um pouco? Hoje não paramos um instante.

ELI: Tenho pena de você Jônatas, pois não pode mais alegrar-se com a natureza que está diante de nós, tudo isso é prova do amor de Deus.

JONATAS: Não percamos mais tempo, vamos apanhar as tendas para descansarmos um pouco.

APARECE UM ANJO

JONATAS: (ASSUSTADO) Quem é você? O que quer?

ANJO: (COM VOZ FORTE) Não temas! Porque eis que vos trago novas de grande alegria que será para todo o povo. É que na cidade de Davi vos nasceu hoje o Salvador, que é Cristo, o Senhor. E isto vos será por sinal. Acharás o menino envolto em panos e deitado numa manjedoura (SAI)

ELI: (MUITO FELIZ) Então nasceu o Cristo, Filho de Deus? Que alegria!

JONATAS: (ALEGRE) Sinto-me envergohado, bom amigo, eu estava tão infeliz e a felicidade estava tão próxima de nós, nasceu Jesus, aquele que conduzirá os que crêem na vida eterna.

ELI: Ele é MARAVILHOSO, CONSELHEIRO, DEUS FORTE, PAI DA ETERNIDADE e PRÍNCIPE DA PAZ, como dizem as escrituras. Vamos Jônatas, vamos até Belém e vejamos isto que o Senhor nos fez saber.


CENA III

VOCAL: Natal de Jesus!
VOZ OCULTA: Magos a procura do menino

(O SERVO ANUNCIA A CHEGADA DO REI) Sua majestade, o rei Herodes.

O REI ENTRA E SENTA-SE NO TRONO

MAGOS: (JUNTOS REVERENCIAM) Salve Majestade!

HERODES: Andaram fazendo perguntas sobre uma pergunta sobre uma criança?

MAGO 1: Verdade majestade, viemos de uma cidade muito distante à procura dela.

HERODES: E quem lhes disse de uma tal criança que deverá nascer rei no meu reino?

MAGO 2: Nós vimos o nascer da estrela d’Ele e essa estrela tem sido nosso guia.

HERODES: Vocês seguiram uma estrela da Ásia até o centro do mundo? Quando encontrares essa criança, como terá certeza que é a que procuras?

MAGO 3: Pela precisão da estrela.

HERODES: É somente através da estrela que saberão?

MAGO2: Que porta-voz maior pode ter uma criança do que uma estrela?

HERODES: (PREOCUPADO) Vossas perguntas me deixaram perturbado. Ora, eu sou o Rei dos Judeus! De qualquer maneira vamos consultar os doutores da lei, escribas. Os profetas indicam onde nasceria o “Rei” (IRÔNICO)

ESCRIBA: (DESENROLANDO O PERGAMINHO) Vamos ver sim majestade. Aqui está... O Rei nascerá em Belém da Judéia, pois assim escreveu o profeta Miquéias (LER) e tu, Belém Efrata, posto que és pequena entre as milhares de Judá, de ti sairá o que será Senhor em Israel.

HERODES: (MURMURANDO) Isto é grave! Muito grave! (OLHA PARA OS MAGOS) Bem senhores, vão a Belém e procurem o menino, e quando o encontrarem voltem e me digam para que eu possa ir... Para que eu possa ir adorá-lo também.

(OS MAGOS SAEM)

HERODES: (COM IRONIA) Você ouviu, eu disse que iria adorar o menino, o Rei dos Judeus! Não é engraçado? Sabe o que vou fazer de verdade? Vou mandar os soldados matarem todos os meninos de dois (2) anos para baixo. Vamos redigir o decreto real, quero ver esse reizinho escapar! (LEVANTA E SAI)

CENA IV

(MARIA, JOSÉ, O MENINO E OS PASTORES)
(ENTRAM OS MAGOS COM PRESENTES)

MAGO 1: Onde está o que é nascido Reis dos Judeus?

MAGO 2: pois vimos a sua estrela no oriente e viemos adorá-lo

ELI: Venham, venham, venham todos, pois chegou o NATAL!

VOZ OCULTA : Hoje, dois mil anos depois, nesta noite de festa, neste encontro fraterno e cristão, na quietude desta igreja, nós proclamamos:

VOCAL : CHEGOU O NATAL!

(FIM)

Fernando Flávio
Out/2006.

19 abril 2006

Motivos para louvar a Deus

Primeiro Narrador(a):

Quem nunca teve ou tem motivos para louvar a Deus? Quem nunca se achou em situações que o conduzisse a adorar e a louvar o Criador de todas as coisas?

E sobre esse tema que iremos apresentar algumas situações bíblicas, onde humanos acharam motivos para louvar ao Senhor. Observemos algumas dessas historias...

Narrador(a) da cena de Miriam após a travessia do Mar Vermelho:



Poderemos meditar na avalanche de milagres e providencias sobre o povo de Israel no deserto. A cada instante eles obtiveram o cuidado de Deus. Podemos lembrar as águas que saíram da rocha para matar a sede, as aves que caíram do céu para matar a fome, o mana que também caiu do céu para alimentar toda aquela multidão. Porem, havia algo que Deus ainda não havia realizado para livramento do povo de Israel... Sim! Um grande milagre estava por vir. A bíblia relata que durante o dia uma grande nuvem cobria o seu povo contra o sol do deserto e durante a noite uma grande coluna de fogo os guiava e os aquecia contra o frio. Seria esse um grande motivo para louvar e adorar a Deus? Claro que sim! Ah! Apenas lembrando, que as roupas e sapatos não se gastaram durante 40 anos no deserto. Isso também seria um grande motivo para louvar em espírito e em verdade, mas o que conduziu o povo de Israel a reconhecer seu poder e majestade para total adoração foi a grande e inesquecível travessia do Mar Vermelho, pois alem de participarem desse grande milagre e providencia, também foram espectadores do fim do exercito do faraó. Vejamos como se comportaram os filhos de Deus após esse episodio...

Moises (faz uma oração): O bondoso Deus de Israel, Es verdadeiramente o Deus sobre todos os deuses, que livrasse o teu povo do Egito e de faraó. O louvamos por que Es Deus e Senhor, poderoso para nos salvar.

Miriam: Eu o louvarei diferente nesta hora, eu convoco todo o povo de Israel que foi participante de tão poderoso e grande milagre pelas mãos do grande Deus de Israel. Vamos nos juntar, cantar, dançar e nos alegrar pelos poderosos atos de Deus. (o som e colocado suavemente enquanto Miriam convoca o povo... E então cantam um trecho de um hino hebraico, dançam e se alegram juntos, isso por um pouco de tempo.)

Miriam: Não teríamos nos motivos de louvar e adorar a Deus engrandecendo-o por tudo o que e, e representam para nosso povo?

Miriam e os demais saem de sena...

Narrador da cena de Paulo e Silas na prisão:



Como e incrível o povo de Deus... Não são compreendidos pelos que se dizem normais. O povo de Deus se sobressai nas mais diversas situações, porque o Deus que esta com esse povo proporciona grandes e significativos espetáculos... Voltemos agora para o tempo do Império Romano, onde os cristãos sofreram grandes e terríveis perseguições. Apesar de serem agredidos, humilhados, mortos muitas vezes em lugares públicos ou arenas, que eram os estádios da época, os cristãos nunca deixaram se abater, e sempre encontravam forcas e motivos para louvar a Deus, mesmo quando o milagre nem havia acontecido ainda... Vejamos como se comportaram dois homens que foram presos em Roma por pregar o evangelho.

Paulo (todo lapiado): Silas não podemos nos deixar abater por estarmos na prisão, isso era previsto por nos. Estamos aqui por amor ao evangelho, porque acreditamos que o evangelho e a liberdade para os cativos de coração.



Silas: O que você nos propõe então Paulo? Eu não consigo pensar em nada, a não ser na raiva que estou sentindo.

Paulo: Vou te convidar para realizarmos algo que minha alma anseia por fazer nesse momento.

Silas: O que seria esse algo então Paulo, como pode pensar em algo aqui dentro?

Paulo: Vamos louvar e engrandecer ao Senhor neste momento de dor e indignação, pois bem aventurados os que sofrem por amor do evangelho. Devemos nos alegrar por esse sofrimento Silas. Não somos melhores que nosso Senhor Jesus Cristo, maior sofrimento Ele teve por amor a humanidade, mesmo esses que nos aprisionam em cadeias, mas nunca poderão aprisionar nossa alma. Escute! Sua alma não te convida a louvar?

Silas: Sim, posso ouvir a minha alma me convidando a louvar ao Senhor! Mas a essa hora da noite e nessas condições em que nos encontramos Paulo?

Paulo: Por que não? Para adorar e louvar a Deus temos o dia e a noite. Vamos unir nossas vozes para louvor e adoração do nome do Senhor.

Um olha para o outro, e em poucos segundos começam a cantar um hino (a escolher) e depois de uma estrofe ouve-se um grande ruído, nesse momento as portas dos cárceres são abertas e todos os presos ficam atemorizados.

O carcereiro (com uma espada na mão): melhor eu mesmo tirar a minha vida, antes que os oficiais a tirem, porque sei que todos os presos fugirão, pois todas as portas das prisões foram abertas com esse tremor.

Paulo (gritando): Não faca isso! Todos nos estamos aqui!

Ai o carcereiro pediu uma luz, entrou depressa e se ajoelhou, tremendo, aos pés de Paulo e Silas. Depois levou os dois para fora e perguntou:

Carcereiro: Senhores, o que devo fazer para me salvar?

Paulo e Silas: Creia no Senhor Jesus Cristo e você será salvo, você e a sua família.

Narrador de Paulo e Silas: Então eles anunciaram a mensagem de Deus ao carcereiro e a todos da casa dele. E todos foram salvos.

Narrador Final: Não importam o local, o tempo, a hora ou mesmo as circunstancias. Sempre teremos motivos para louvar ao Senhor, porque Ele nos amou primeiro, e esse amor com que nos amou e incondicional, não pede nada em troca, Deus simplesmente nos ama e traçou um plano para nos, plano de salvação e adoção pelos quais louvamos o seu nome para todo o sempre.

Todos: E vocês? Tem motivos para louvar e adorar ao Senhor?

:: (\_(\
*: ( =':')
*..(,('')('')¤°.¸¸.•´¯`*FátimaFraga¤°.¸¸.•´¯`*°?°°

Dia da Biblia

Encontro de Amigos


Narrador: A bíblia... Livro comum ou especial? Bom, para muitos é especial, sobrenatural, mas para alguns que não são poucos, infelizmente não tem passado de um livro comum. Não que a bíblia seja um livro comum, mas as pessoas que dela fazem uso.

1. A bíblia tem sido a bússola para os homens que crêem na palavra de Deus.

2. Tem sido a carta magna para famílias resgatadas do pecado e da dor.

3. Mas que palavras poderiam resgatar famílias de lugares de adoração ao inimigo de nossas almas a não ser a palavra de Deus?

Testemunho: Esse milagre aconteceu com minha família quando estávamos perdidos e aprisionados servindo ao Deus deste século com rituais e oferendas.

4. Mas como isso aconteceu? Como a bíblia pôde fazer isso? Afinal de contas são apenas palavras que formam frases e essas formam histórias as quais lemos hoje. Eu acho a bíblia um livro como outro qualquer, cheio de histórias do passado.

1. Aí é onde encontramos a diferença desse livro, a bíblia nos relata o passado, nos fala do presente e nos adverte sobre o futuro. Esse é um dos fatores que difere a bíblia dos outros livros amigo.

Testemunho: Acho que você vê a bíblia um livro comum porque nunca passaste por situações difíceis como a que passou minha família. Sabe, quando estamos presos na ordem espiritual não podemos ser libertos por palavras comuns, como de um livro qualquer, é preciso que haja palavras vivas, que geram poder contra as trevas.

2. Acaso não sabes que a palavra na bíblia é o próprio Deus? Não sabes que o verbo se fez carne e habitou entre os homens?

4. Eu acho isso tudo muito complicado, nunca compreendi isso direito, mas gostaria de saber mais sobre você e sua família, prossiga por favor...

Testemunho: Na realidade, vivíamos eu e minha família aprisionados no espiritismo, distantes de Deus e pior, sem conhecimento e temor a sua palavra, mas graças a ação do Espírito Santo mediante a palavra de autoridade do Senhor nosso Deus, fomos alcançados pelo sangue derramado lá na cruz. Deus criou circunstâncias para que hoje eu e minha casa estivéssemos aqui o adorando em Espírito e em verdade.

4. Então deixa eu ver se entendi. A palavra, a bíblia tem o poder de salvar e de operar milagres nas pessoas, isso quando lidas ou ouvidas com fé. Correto? Então essa palavra realmente é muito poderosa, porque promove mudança de vida, de atitude e religião. É isso?

3. É isso, vejo que compreendestes, pois as escrituras sagradas são inspiradas por Deus e útil para ensinar a verdade, condenar o erro, corrigir as faltas e ensinar a maneira certa de viver.

1. Além disso, nos conduz ao Pai que está nos céus, nos garantindo a vida eterna.



4. Além de mudar a vida totalmente aqui na terra ainda nos leva para o céu através da salvação? Nossa! De hoje em diante passarei a ler a bíblia de maneira diferente porque aprendi que ela não é um livro qualquer, ela contém tesouros jamais encontrados no mundo que vivemos, e quem acha esses tesouros torna-se rico em Deus. Obrigado meus amigos! Vou a ter a bíblia como bússola em meu viver.

Todos: A bíblia é a ferramenta mais importante em nossa peregrinação aqui na terra, sem ela jamais conheceríamos a verdade, o próprio Deus falando conosco, pois a bíblia é a boca de Deus falando para nós.

:: (\_(\
*: ( =':')
*..(,('')('')¤°.¸¸.•´¯`*FátimaFraga¤°.¸¸.•´¯`*°?°°